quinta-feira, 2 de julho de 2020

Gino Gavioli

A partir de hoje esta página será também sobre Bandas Desenhadas de outros autores! Está aberta a comentários mas sem pentelhos intelectualóides associados! Humor também é BD e em Portugal, tirando 3 ou 4 títulos, está arredado das prateleiras das livrarias.
Assim segue já o comentário um livro, usado, que comprei recentemente, o "Heróis em Pantufas".
Conheci o desenho de Gavioli há muitos muitos anos no velhinho Mundo de Aventuras. Nunca mais me esqueci do traço. O nome do autor varrera-se da memória. Só que, vendo um desenho animado de Bruno Bozzetto e pensando que era ele o autor dos desenhos da minha juventude fui pesquisar e afinal era outro; este chamava-se Gino Gavioli! Comprei o Herói em Pantufas(Eroi en Pantofole) e lá estive eu perdido a vasculhar minusiosamente os desenhos. As leituras ficam para depois! Sempre! Este livro, das Edições Paulistas, traz na capa o nosso Camões! Como já tinha visto a capa do original italiano, achei estranho. Achei estranho porque o desenho de Camões na capa era diferente do traço de Gavioli e ainda para mais quem é que sabe quem era Camões por esse mundo fora? Na edição em português a BD sobre Camões está na página 53! Fui ver e...ó desgraça! Não havia necessidade! Não é desenho de Gino Gavioli! Topa-se logo! Num palavreado introdutório de 3 páginas de João Boneto(?), para além dos autores originais(texto e desenho), constam também Lúcio Tomás, José António Olivar e Eugénio Navarro. Quem foi destes o autor da página sobre Camões? Não sei! Os nomes não me dizem nada. Data inexistente, talvez anos 70! Como diria o outro: não havia necessidade!

terça-feira, 16 de junho de 2020

Confinado nº17

Scenario: de A.A.Pedregal!

domingo, 24 de maio de 2020

ALAN BUNCE - Entrevista



Mário Teixeira(MT)- Alan, quando é que começaste a desenhar e pensaste que poderias fazer disto profissão?
Alan Bunce(AB)- Os meus pais conheceram-se numa escola de artes. Teria talvez dois/três anos de idade quando o meu pai trabalhou quase a tempo inteiro em casa, como ilustrador. As coisas que ele fazia maravilhavam-me. Sentava-me numas escadas a olhar para ele e copiava-o. Em casa, lápis e papel estavam sempre disponíveis. A minha mãe era doméstica a maior parte do tempo mas também pintava aguarelas e fazia artesanato. Portanto, entrei no mundo da ilustração sem de facto me ter apercebido que já estava nele!
MT- Trabalhaste em séries de Cinema de Animação como storyboard e realizador. Nomeia-me alguns.
AB- A minha memória já não é o que era. Consulta o IMDb que está lá tudo! (Segue o link) https://www.imdb.com/name/nm0120327/?fbclid=IwAR3LJQAp4zHdpbpEOlRw5n9tWMaZ4RoVujFZvxJebA4qjaiCLSRZmQY9Iio
MT-Sei que trabalhaste na Coreia do Sul. Como é que foi essa experiência?
AB- Sim, trabalhei na Coreia por duas vezes e das duas vezes foi durante, mais ou menos, um mês! Da primeira, deram-me uma quantidade ridícula de trabalhos para fazer…foi divertido! A secção dos falantes de inglês estava cheia. Acabei por ir trabalhar com coreanos na secção de efeitos especiais. Uma forma de ter conhecido melhor um país diferente!
MT- Conhecemo-nos nas conhecidas Comic Jams de Toronto nos anos noventa! Achas que aquelas sessões eram/são só um ajuntamento de maluquinhos da Banda Desenhada, ou poderão também funcionar com alavanca à divulgação de novos valores? (Nota MT: éramos frequentemente entrevistados por jornais e televisões de Toronto e de cada vez que isso acontecia, o El Mocambo ou o The Cameron House, bares onde se realizavam as nossas jams, enchiam por completo!)
AB- Direi, os dois casos mas também a camaradagem, encorajamento, apoio de pessoas com interesses em comum, ambições, problemas e diferentes estilos de vida! Fazer banda desenhada em grupo, é um exercício interessante talvez até um bocado educacional…dependendo da quantidade de cervejas que tenhas consumido! Alguns acabam por trabalhar em antologias o que significa que há uma rede de autores a funcionar, troca de informações importantes, novidades no mundo dos comics e cultura em geral. Sim, basicamente, é um ajuntamento de maluquinhos da Banda Desenhada! J
MT- Tens algum conselho a dar à malta nova que está agora a começar, seja na BD ou cinema?
AB- Divirtam-se! Provavelmente serás pobre toda a vida mas pelo menos divertiste-te e divertiste alguém por esse mundo fora! Ok! Esquece essas de te divertires…acabarás pobre! (riso) Bem… isto pode soar a negativismo mas vou refazer a resposta. Cartoons(cinema), “comics” é uma actividade divertida para quem o faz, porque gostamos mesmo daquilo que fazemos! O explorar e descobertas do que fazemos, solucionar alguns problemas que nos aparecem pela frente, corrigir… tudo isto a desenhar…! Há um gozo tremendo nisto tudo. Vivemos disto, do que realmente gostamos mas se o fizeres pensando que ficarás rico ou famoso ou porque é tudo muito fácil, poderás ter um choque! Talvez acabes por te desviares para uma outra profissão. Não sei, talvez! Que tal Mário? Olha; daria o conselho do Frank Zappa: 1-Não pares! 2-Continua! Talvez os únicos conselhos que aceitaria de bom grado!
MT- Ahahahahah!
MT- Quantos “comics” publicaste?
AB- Publicados? Só o ZZZ número 1! Foi edição de autor! Não ganhei nem perdi o que aparentemente já é um feito! Tenho mais outros 5 livros acabados mas nem sequer me preocupei em publicar.
MT- ...e foi com o ZZZ que ganhaste um prémio! Conta lá como é que foi isso?
AB- Foi o Russ Manning Most Promising Newcomer Award! Acho que eles não sabiam a idade que tinha! (risos) No que me toca, eu nem sequer sabia quem era o Russ Manning. Desenhou o Tarzan, Star Wars, comic strips para os jornais! Bem… milhões de anos-luz daquilo que faço. Ele deve estar a dar voltas no túmulo! (riso)
MT- Umas palavrinhas para terminar.
AB- Rosebuuuuu…..
MT- Ahahahahah!!! Thanx Alan!

Mário José Teixeira

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Confinados nº15

Participação de Carlos Rocha!

sábado, 9 de maio de 2020

segunda-feira, 4 de maio de 2020

domingo, 3 de maio de 2020

Confinados 10

P.S.: aos 7 de maio de 2020 é encontrado o autor
do texto: João Moreira de Sá!

quinta-feira, 30 de abril de 2020